Marketing Pessoal - 5 Lições que podemos aprender com Cristiano Ronaldo sobre Gestão de Carreira

Marketing Pessoal - 5 Lições que podemos aprender com Cristiano Ronaldo sobre Gestão de Carreira

Marketing Pessoal - 5 Lições que podemos aprender com Cristiano Ronaldo sobre Gestão de Carreira

O jogador Cristiano Ronaldo, ou CR7, como também é chamado, é um craque e isso não é novidade. Mesmo quem não gosta ou acompanha futebol não tem como não conhecer o jogador, pois seus feitos e seu nome ultrapassam os limites dos gramados.
Estudando sua carreira, podemos aprender muitas lições. Vamos analisar apenas 5, que podem ser muito úteis na gestão da carreira.
1 - Marketing Pessoal - Imagem
Aqui a questão não é beleza e nem usar roupas caras. Estar bem arrumado, de acordo com o ambiente de trabalho, e cuidar da aparência, mostram respeito a si próprio e aos colegas. Roupas sujas ou cabelo desarrumado podem transmitir desleixo e acabar limitando as oportunidades do profissional, pois o pensamento é mais ou menos esse: Como vou deixar alguém que não cuida de si mesmo cuidar dos meus negócios?
Dentro do mundo corporativo existem muitas tribos, cada uma com seu código de vestimenta, devemos procurar estar adequados ao ambiente, sempre com roupas limpas e com atenção especial para a higiene pessoal.
Grande parte da fortuna de Cristiano Robaldo foi feita com base em sua aparência. As empresas querem associar a sua marca à imagem de Cristiano Ronaldo.
Mas o marketing pessoal envolve outros pontos, como a reputação e divulgação do desempenho.
Claro que ele não precisa se preocupar em falar de seu desempenho, pois a imprensa já faz isso. No mundo corporativo não temos a imprensa para lembrar sempre de nossos feitos, então busque formas de mostrar seus bons resultados, de forma pertinente e com o cuidado para não parecer arrogante.
Sobre a conduta, é muito raro ver Cristiano Ronaldo envolvido em polemicas que manchem sua imagem ou a de seus parceiros. Alguns tentam polemizar alguns fatos, mas ele está muito bem assessorado sobre isso, além de ser o atleta que mais faz caridade no mundo.
Uma dica sobre reputação é tomar muito cuidado com suas redes sociais, pois mesmo que você não queira, suas atitudes virtuais acabam repercutindo no mundo corporativo. Não é aconselhável ficar desabafando nas redes sociais sobre colegas de trabalho e nem sobre supostas injustiças.
2 – Compromisso com a Qualidade / Excelência
O talento de CR7 é inquestionável, mas chama atenção a sua busca pela excelência. Ele é conhecido por se dedicar ao limite nos treinos, e inclusive, treinar mais do que os colegas, por vontade própria. Ele busca melhorar a cada dia, se aperfeiçoando e treinando fundamentos básicos. O resultado é que ele é um jogador que chuta com as duas pernas, é bom em bolas aéreas (cabeçada), excelente em bolas paradas (cobrança de faltas), e consegue ser forte sem ser lento, pelo contrário, é reconhecido por sua velocidade. Ele dificilmente erra passes fáceis, justamente por treinar os fundamentos, o básico do futebol. Ele simplesmente não se contenta em ser ótimo, ele busca a excelência, quer melhorar sempre.
Sua ambição é muito alta e ele sabe que não vai alcançar seus objetivos com dedicação mediana.
3 – Confiança e Personalidade - Não se abater com críticas destrutivas
Por ser uma celebridade, Cristiano Ronaldo precisa conviver com críticas sobre praticamente tudo que faz. Já faz tempo que ele descobriu que é impossível agradar a todos.
“Tem gente que me odeia, que diz que sou arrogante, vaidoso, isso ou aquilo. É parte do meu êxito. Estou feito para ser o melhor. Se sou assim, se tudo o que consegui no futebol foi por ser assim, não se pode pedir que eu mude. Vou dormir todos os dias com a consciência tranquila”, disse o CR7 em entrevista.
Assim que chegou em Lisboa, com 12 anos, Cristiano Ronaldo era ridicularizado por seus colegas de time por causa do seu sotaque da Ilha da Madeira, ele quase desistiu de jogar futebol por causa disso. Provavelmente esses colegas perceberam seu talento acima da média e procuravam formas de desestabilizá-lo.
Assim como no mundo esportivo, os profissionais de destaque costumam virar alvo de críticas, muitas delas sem fundamento.
Quando você se destaca no ambiente corporativo, quer dizer que você saiu da média, e como se pode presumir, os médios são a maioria e nem sempre aceitam bem que alguém está se destacando mais do que eles.
Cristiano Ronaldo provavelmente seria aquele profissional que fica até mais tarde no escritório, não para impressionar os superiores, mas sim para terminar e entregar com excelência a tarefa pela qual estaria responsável. Ouviria muitos comentários pelas costas, mas iria preferir voltar as suas atenções para seus objetivos, e por isso mesmo, deveria ser um dos campeões de vendas, e ainda assim, sempre disposto a ajudar os colegas.
Saiba separar as críticas construtivas das destrutivas e não nivele seu desempenho e sua dedicação pela média. Se você está convicto de seus valores e atitudes, fique tranquilo e continue evoluindo.
4 - Liderança
Na última edição da Eurocopa (campeonato europeu de seleções nacionais) ficou famosa a cena de Cristiano Ronaldo chamando o companheiro João Moutinho para bater um pênalti. Esse companheiro, apesar de ser bom batedor, tinha errado um pênalti na edição anterior da competição e estava inseguro para bater novamente. Cristiano Ronaldo viu o colega se escondendo e chamou-o para bater o pênalti. Não apenas isso, ele recuperou a autoconfiança do colega, falando que ele batia bem, e tirando o peso das costas, dizendo que se perdessem tudo bem (ele usou outras palavras). Esse ato simples mostra as virtudes de um líder; confiar em sua equipe, demonstrar essa confiança, apoiar e dividir a responsabilidade. Para quem não acompanhou, João Moutinho acertou a cobrança, dias depois Portugal conquistou pela primeira vez na história a Eurocopa, Cristiano Ronaldo se machucou na final e precisou ser substituído ainda no primeiro tempo. Saiu chorando de campo, mas voltou depois para ficar no banco de reservas incentivando seus companheiros. Com certeza serviu de inspiração para seus colegas.
5 - Entrega de resultados / Os números mostram
Já ouviu falar em superar as expectativas do cliente? É isso que o Cristiano Ronaldo faz. Geralmente o sonho de muitos jogadores é jogar na seleção do seu país, ser campeão, quem sabe ser eleito o melhor do mundo. Cristiano Ronaldo conseguiu tudo isso, e muito mais. É o maior artilheiro da história da Eurocopa com 29 gols, jogador que mais atuou pela seleção de Portugal, com 133 jogos, maior artilheiro da história da seleção portuguesa com 61 gols, maior artilheiro da UEFA Champions League com 96 gols, mais gols em uma única edição da UEFA Champions League com 17 gols, maior artilheiro da história do Real Madrid com 364 gols, e ainda foi eleito o melhor jogador do mundo 4 vezes. Será que isso tem alguma relação com sua busca constante pela excelência? Todos esses números continuam aumentando, e provavelmente já tenham mudado quando você ler esse artigo.
Quando uma empresa contrata um profissional, ela tem a expectativa de um resultado. Sua primeira preocupação como colaborador deve ser em atender a expectativa de sua empresa, e depois disso providenciar os próximos passos, seus desejos de promoção, aumento de salário, reconhecimento, etc. Aproveitando o exemplo de outro atleta, Rogério Ceni nunca teria sido o maior goleiro artilheiro da história se, antes disso, não tivesse executado bem o papel de ser um goleiro.
Saiba qual o resultado que a empresa quer que você entregue. Saiba para qual papel a empresa lhe contratou. A sua prioridade deve ser cumprir esse papel.
Apesar de isso ser um princípio básico, muitas vezes por falta de feedback, profissional e empresa não conhecem as expectativas um do outro.
Existem muitas lições do esporte que podem ser aplicadas ao mundo corporativo e podem servir para motivar e melhorar o desempenho de uma equipe, esses são apenas alguns princípios que podem ajudar no desenvolvimento de uma carreira de sucesso.

Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/5-lições-que-podemos-aprender-com-cristiano-ronaldo-sobre-oliveira

Editado em: 01.01.2017